Motofretistas e motociclistas são contra proibição de motos na via expressa da Marginal Pinheiros

A restrição para motociclistas na Marginal Pinheiros sentido Interlagos/Castelo Branco começa a valer em maio. Segundo à Prefeitura de São Paulo objetivo da restrição é reduzir acidentes de trânsito.

O que é mais fácil, educar ou proibir? A proibição foi a forma  encontrado pela Prefeitura de São Paulo para dificultar a vida de todos os trabalhadores motociclistas que trafegam na via expressa da Pinheiros sentido Castelo Branco. A falta de políticas públicas para quem anda de motos em SP, somos mais 1,182 milhões de motociclistas que anda de motos em SP, desde gestões anteriores  a política adotada pelas autoridades do município e CET, foram para restringir o direito de ir e vir, ao contrario do caminho  correto da educação, prevenção e orientação a todos os
motociclistas da cidade.

O Sindimotosp cobra da prefeitura Campanhas de Educação de Trânsito ou invés de proibir, criado pela prefeitura de SP, a Câmara Temática de Motos, vinculadas ao Conselho Municipal de Trânsito e Transporte, fórum que compõe entidades representativas do setores, governo e entidades  de transito, não aprovou essa determinação  em suas audiências, demonstrando incapacidade da Secretaria de Transprorte em ouvir a sociedade.