SindimotoSP convoca categoria para a 2ª Paralisação Geral, dia 14 de julho, às 9 horas

O SindimotoSP (Sindicato dos Motoboys de São Paulo) estará a frente de uma nova manifestação da categoria. Na próxima terça, dia 14 de julho, será organizada a 2ª Paralisação Geral. Começa às 9 horas da manhã com concentração em frente à sede da entidade (rua Doutor Eurico Rangel, 58, Brooklin, São Paulo). A luta dos Entregadores é, em resumo, por valorização e respeito por parte dos aplicativos de entrega.

Sou enfático em dizer: infelizmente, as empresas administradoras dos apps seguem sem negociar os direitos dos Motoboys. Ninguém se responsabiliza e, em contraponto, aparecem nas mídias como se fossem as salvadoras da pátria. Mas tudo isso em troca da exploração de milhares de Entregadores em todo Brasil.

REIVINDICAÇÕES

Os Entregadores, junto ao Sindicato, têm uma série de reivindicações para os aplicativos. Mas resumidamente, o pleito é:

  1. Tabela mínima de frete unificada a todos os aplicativos (atualmente cada um tem uma forma de cobrança);
  2. Auxílio constante durante a pandemia da Covid-19 – com fornecimentos dos EPI’s (Equipamentos de Proteção Individuais) – ou seja, reposição de máscaras e álcool em gel;
  3. Um valor maior na taxa por quilômetro rodado;
  4. Fim dos bloqueios injustificados pelas plataformas;
  5. Fim do esquema de pontuação, responsável por diminuir a nota de quem recusa entregas, por exemplo.

SERVIÇO
2ª Paralisação Geral
Data: 14 de julho (terça)
Horário:
 a partir das 9 horas
Concentração: rua Doutor. Eurico Rangel, 58, Brooklin, São Paulo

Fonte: gildosmotoboys.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *