Quinta, 09 de Dezembro de 2021 09:27
(11) 5090-2240
16°

Céu encoberto

São Paulo - SP

Dólar com.

R$ 5,53

Euro

R$ 6,27

Peso Arg.

R$ 0,05

Motofrete Brasil Inclusão de motoboys

Motoboys, heróis na pandemia, ficam de fora do PNI do Ministério da Saúde do grupo prioritário dos trabalhadores dos transportes (vacinação Covid-19)

Por conta disso, SindimotoSP enviou ofícios com o pedido de inclusão para as secretarias municipais da Saúde e Mobilidade e Transportes de São Paulo. Reunião para tratar do assunto será marcada em breve.

13/04/2021 16h35
Por: Redação
Divulgação
Divulgação
O sindicato dos motoboys de São Paulo protocolou requerimentos, na sede da prefeitura, solicitando inclusão dos motociclistas profissionais da cidade no grupo prioritário de vacinação contra Covid-19, por estarem na linha de frente realizando entregas enquanto boa parte da população ainda está em isolamento social.
 
O SindimotoSP entende que, assim como caminhoneiros e motoristas de ônibus, os motoboys lidam em sua rotina de trabalho com a possibilidade de contágio do novo coronavírus. 
 
No início da pandemia, vacinas contra à gripe foram ofertadas para motoristas, porém, com a intermediação do SindimotoSP junto as autoridades municipais, os profissionais motociclistas também foram contemplados e receberam 100 mil doses da vacina contra o vírus Influenza, no mês de março do ano passado. 
 
O SindimotoSP está tratando do assunto como prioridade e solicita ao Secretário Municipal da Saúde Edson Aparecido dos Santos e ao Secretário Municipal de Mobilidade e Transportes Levi dos Santos Oliveira, urgência no pedido, já que atualmente, mais de 220 mil motoboys estão atuando na capital, sendo que um percentual elevado desse grupo está infectado e afastado do exercício da profissão.
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.