Quinta, 09 de Dezembro de 2021 09:52
(11) 5090-2240
17°

Céu encoberto

São Paulo - SP

Dólar com.

R$ 5,53

Euro

R$ 6,27

Peso Arg.

R$ 0,05

Artigos Dicas de Segurança

Você é um bom observador?

Artigo gentilmente cedido por Abraciclo - Wilson Yasuda

05/07/2021 10h23 Atualizada há 5 meses
Por: Redação Fonte: Abraciclo
Divulgação Abraciclo
Divulgação Abraciclo

O motivo dessa pergunta é bem simples: muitas vezes, a rotina nos faz esquecer de alguns cuidados básicos para garantir a nossa segurança. Mas por serem fundamentais devem ser sempre observados antes de sair de casa com a motocicleta, seja para o trabalho ou para lazer. 

Sim, eu sei que a sua rotina é corrida e que você deve estar pensando: “Não vou perder meu tempo fazendo isso. Tempo é dinheiro, preciso trabalhar e garantir minha grana”. Mas pense comigo: é melhor perder alguns minutos checando atentamente o estado da sua moto do que correr risco de se envolver em algum acidente porque você deixou de prestar atenção em algum detalhe.  

Já pensou se você se machuca e fica impossibilitado de trabalhar? Ou se a sua moto quebra e você perde seu instrumento de trabalho?  

Então, vamos lá! Você costuma observar se há algum tipo de vazamento ou ruído estranho? Se os freios, a embreagem, o acelerador estão funcionando corretamente? Dá uma olhada para ver se a corrente está bem lubrificada e regulada? Checa o nível do óleo? Muitas vezes esses pequenos problemas vão aparecendo aos poucos e quando nos damos conta já viraram um problemão. Por isso, é preciso fazer desse check-up um hábito. 

As luzes da motocicleta, por exemplo, precisam ser testadas. Desde o farol, a luz de freio, até as setas. Rodar com esses itens fora do padrão pode render multas e representa um problemão se você pilotar à noite, colocando você em uma zona de risco, convenhamos, desnecessário.  

Outra dica é ver o estado dos pneus. Pneus bem calibrados garantem maior equilíbrio e mais conforto na pilotagem, estabilidade nas curvas e frenagens mais seguras. Sei que todos sabem disso, mas não custa reforçar: procure calibrá-los quando ainda estiverem frios.  

Nessa hora, siga sempre as recomendações do fabricante. Se você enchê-los acima do recomendado, a moto poderá ficar instável e gerar desconforto na pilotagem.  Por outro lado, se os pneus estiverem com pressão baixa, pode haver um maior consumo de combustível, pois ela terá mais dificuldade para se deslocar e acelerar. Por isso, mantenha os pneus bem calibrados para evitar problemas.  

E por falar em cuidados, você sabia que os freios dianteiro e traseiro foram os itens que apresentaram maior necessidade de manutenção nas 24 edições do MotoCheck-Up, o maior programa de avaliação de motos e conscientização de motociclistas da América Latina, promovido pela Abraciclo? O primeiro registrou índice de 28,4% e o segundo, 23,4%.  

Pois bem, sempre digo que o segredo de uma boa frenagem é saber dosar bem o uso dos freios, parando a motocicleta com segurança e no menor espaço possível. O mais indicado é usar 60% do freio dianteiro e 40%, do traseiro. Em dias de chuva, tome cuidado para não pressionar demais para não correr o risco de travar as rodas e provocar uma queda. É sempre bom lembrar que, tão importante quanto acelerar, é saber parar com segurança. Certo?  

Lembre-se, se a motocicleta é sua grande aliada no seu ganha pão, ela merece desse cuidado atento. Levar o seu olhar observador para além das ruas e avenidas pode fazer toda a diferença para a sua segurança!

Wilson Yasuda - Consultor de Segurança Viária da Abraciclo

Conheça a Abraciclo CLIQUE AQUI

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.