Quarta, 22 de Setembro de 2021 14:33
(11) 5090-2240
14°

Chuvisco

São Paulo - SP

Dólar com.

R$ 5,28

Euro

R$ 6,2

Peso Arg.

R$ 0,05

Destaque Orientação para apps

Cartilha orienta trabalhadores de entrega por aplicativo sobre seus direitos; seminário aborda o tema nos dias 13 e 14

O trabalhador por aplicativos tem direitos?

13/09/2021 08h21
Por: Redação Fonte: Jornal AVM - Secretaria de Comunicação Social / TRT 2ª Região SP
Divulgação
Divulgação

As dúvidas e discussões mais recentes acerca das atividades profissionais realizadas por meio de plataformas digitais foram abordadas em uma cartilha, elaborada pela Comissão do Trabalho Decente do TRT da 2ª Região e pela Coordenadoria Nacional de Combate às Fraudes nas Relações de Trabalho do Ministério Público do Trabalho.

Embora ainda não exista entendimento único sobre o tipo de relação jurídica criada entre os aplicativos e os trabalhadores, não há dúvidas de que as empresas têm muitas responsabilidades. E isso passa pela garantia às normas de saúde e segurança do trabalho, conforme a cartilha demonstra.

O conteúdo orienta os entregadores e cidadãos sobre a forma ideal de pedir ajuda ou denunciar aquilo que consideram ser violações a direitos. Uma delas é por meio do aplicativo MPT Pardal, que pode ser baixado nas lojas App Store e Google Play.

A cartilha terá versão impressa, para ser distribuída aos profissionais do ramo. Acesse aqui a versão digital

Seminário

Além da produção da cartilha, a Comissão do Trabalho Decente aprofunda o tema dos profissionais de aplicativos no seminário “As plataformas digitais e os impactos na saúde dos trabalhadores e trabalhadoras”. O evento acontece nos próximos dias 13 e 14 de setembro, das 17h às 20h30.

As inscrições estão abertas para servidores e magistrados do TRT-2 e de outros tribunais, membros e servidores do MPT, advogados e público externo. E podem ser realizadas na página da Ejud-2. Todo o conteúdo será transmitido ao vivo pelo canal da escola no Youtube.

Além dos magistrados do Regional, participarão juízes do TRT-1, TRT-15, TRT-23, procuradores do trabalho e professores universitários. O evento contará, ainda, com a participação dos ministros do Tribunal Superior do Trabalho (TST) Cláudio Mascarenhas Brandão, que fará o encerramento no primeiro dia do seminário; e Alexandre de Souza Agra Belmonte, que discutirá a responsabilidade civil decorrente dos acidentes de trabalho em plataformas; e da ministra Delaíde Alves Arantes Miranda, coordenadora nacional do Programa do Trabalho Seguro, que vai encerrar as apresentações.

Capa da cartilha disponibilizada digitalmente no link acima.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.