Quinta, 21 de Outubro de 2021 03:00
(11) 5090-2240
13°

Nuvens esparsas

São Paulo - SP

Dólar com.

R$ 5,6

Euro

R$ 6,52

Peso Arg.

R$ 0,06

Motofrete São Paulo Apps investigados

Vereadores da CPI dos Aplicativos votam requerimentos; momentos de tensão marcaram audiência

Depois das aprovações, próxima reunião quer trazer autoridades públicas e empresas notificadas

05/10/2021 14h26
Por: Redação Fonte: Jornal A Voz do Motoboy
Divulgação CMSP - Jornal A Voz do Motoboy
Divulgação CMSP - Jornal A Voz do Motoboy

A Câmara Municipal de São Paulo reiniciou hoje (5) os trabalhos da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Aplicativos. Na pauta de trabalho, integrantes da Comissão apreciaram e deliberaram cerca de 100 requerimentos convocando autoridades públicas para ajudarem na averiguação dos documentos que serão coletados e empresas de aplicativos do setor de transporte e delivery para prestarem esclarecimentos sobre supostas irregularidades cometidas no município de São Paulo, além da precarização dos direitos dos trabalhadores. O encontro aconteceu no Plenário 1º de Maio.

A expectativa é que na próxima reunião, dia 19, estejam presentes os secretários de Finanças, da Fazenda,  de Mobilidade e Trânsito, além de representantes do DTP, CET-SP, Tribunal de Contas do Município (TCM), Procuradoria-Geral do Município, Procuradoria da Câmara Municipal e Ministério Público do Trabalho (MPT), entre outros.

Em determinado momento, o presidente da CPI Adilson Amadeu, interrompeu a reunião para conversa reservada com os vereadores no anexo da Câmara, para realinhar pauta, já que não havia unanimidade em relação a inclusão das empresas de aplicativos que atuam no motofrete. Após 40 minutos e de volta ao plenário, o discurso dos vereadores era que sim, essas empresas também deveriam ser inclusas, já que a CPI é para averiguação das supostas irregularidades por todas que usam plataformas digitais, seja no transporte de pessoas ou delivery.

A Comissão Parlamentar de Inquérito dos Aplicativos é formada pelo presidente, vereador Adílson Amadeu (DEM), pelo vice-presidente, vereador Marlon Luz (PATRIOTA) e pelo relator, vereador Camilo Cristófaro (PSB). Também integram a CPI o vereador Dr. Sidney Cruz (SOLIDARIEDADE), a vereadora Luana Alves (PSOL), o vereador Senival Moura (PT) e o vereador Gilson Barreto (PSDB), ausente na reunião de hoje.

PARA SABER MAIS SOBRE O ASSUNTO... Leia também Empresas de apps voltam a ser investigadas em CPI

Você sabia que no Brasil existe uma federação de motociclistas profissionais que luta pelos direitos de motoboys, mototaxistas e ciclistas profissionais em TODO país? Não?

Então clique aqui e conheça o trabalho da FEBRAMOTO.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.