Quinta, 26 de Maio de 2022 18:06
(11) 5090-2240
22°

Alguma nebulosidade

São Paulo - SP

Dólar com.

R$ 4,77

Euro

R$ 5,12

Peso Arg.

R$ 0,04

Destaque CPI dos Apps em SP

iFood mais uma vez não traz informações relevantes à CPI dos Apps

Vereadores reafirmam que não estão para brincadeira e pedem seriedade dos convocados para depor

16/03/2022 10h17 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: Jornal A Voz do Motoboy
Reunião ordinária da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Aplicativos de 15/3 - foto: André Bueno | REDE CÂMARA SP
Reunião ordinária da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Aplicativos de 15/3 - foto: André Bueno | REDE CÂMARA SP

Mais uma vez o clima esquentou no plenário da Câmara Municipal, na CPI que investiga supostas irregularidades praticadas por empresas de aplicativos que atuam no transporte de passageiros e entregas de mercadorias que atuam na capital paulista.

Assim como outras empresas que estão no delivery, o iFood mais uma vez negou-se a dar informações aos parlamentares que, indignados, buscarão outras vias como a judicial, por exemplo, para obterem os dados que pedem às empresas. Elas alegam ser de sigilo estas informações e deixam perguntas sem respostas.

Assim foi a participação do diretor de Relações Institucionais, Políticas Públicas e Relações Governamentais do iFood Com. Agência e Restaurantes, João Sabino de Freitas.

Inquirido quanto ao número de entregadores vinculados à plataforma, ele informou ter repassado os dados à CPI por meio de ofício sigiloso, alegando que a informação é sensível à empresa e, por isso, não pode ser tornada pública.

Afirmou ainda que a empresa é apenas plataforma de intermediação e que os profissionais que atuam como colaboradores são autônomos, fato esse já contestado em ação civil pública pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), que reconheceu existir vínculo trabalhista entre as plataformas e trabalhadores.

Segundo os vereadores, outras perguntas como diminuição do repasse salarial ao trabalhador, longas jornadas de trabalho, desligamentos sem explicações, falta de comunicação entre empresa e entregadores, bem como fornecimento de equipamentos de segurança e para o combate ao coronavírus, tiveram respostas insuficientes e a empresa deverá voltar a depor.

Os trabalhos foram conduzidos pelo presidente da CPI, vereador Adilson Amadeu (UNIÃO). Também participaram o vice-presidente da Comissão, vereador Marlon Luz (MDB), o relator dos trabalhos, vereador Camilo Cristófaro (PSB), e os vereadores Dr. Sidney Cruz (SOLIDARIEDADE), Gilson Barreto (PSDB), Luana Alves (PSOL) e Senival Moura (PT), membros do colegiado, além dos vereadores Rubinho Nunes (PODE) e Xexéu Tripoli (PSDB).

A íntegra da reunião desta quarta pode ser conferida AQUI.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
São Paulo - SP
Atualizado às 17h50 - Fonte: Climatempo
22°
Alguma nebulosidade

Mín. 13° Máx. 26°

22° Sensação
7 km/h Vento
43% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (27/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 26°

Sol com algumas nuvens
Sábado (28/05)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 14° Máx. 27°

Sol
Mais lidas